Teoria do Fazer II em Dubai, 2018.

A iniciativa Elo Europeu de Educadores de Português como Língua de Herança (ELO EUROPEU) foi criada em 24 de outubro de 2013 pelos educadores Adenilson Pereira, Andréa Menescal, Juliana Azevedo Gomes e Maria José Maciel que, inspirados pelo I SEPOLH que estava sendo realizado em Londres, decidiram unir forças com o intuito de mobilizar educadores, professores e atuantes de português como língua de herança em toda a Europa e outras regiões.

O trabalho do Elo Europeu foca em três áreas de atuação: representação, formação e divulgação.

A área de representação abrange o trabalho conjunto com outras iniciativas de POLH/PLH, a fim de aumentar a representatividade e, por conseguinte, a importância do POLH junto às autoridades competentes, além de servir de instrumento para que as reivindicações europeias sejam objeto de priorizações governamentais e privadas na área de POHL.

A área de formação objetiva fomentar a profissionalização do ensino de POLH e inclui atividades de sensibilização e de formação para educadores de POLH, realizados por iniciativa própria e por meio de parcerias locais, além de incluir eventos de cunho cultural.

Finalmente, a área de divulgação está voltada à difusão de atividades de outras iniciativas de POLH, contribuindo para uma maior expansão do POHL em nível local e global.

Convidamos você a visitar as demais páginas do site para conhecer melhor nosso trabalho. Você também é muito bem-vindo a juntar-se a nós!

Coordenação do Elo Europeu

Adenilson, Andréa, Juliana e Maria José

Missão e valores de Elo Europeu

Missão:

Ser o parceiro preferencial em atividades de POLH em toda a Europa.

Valores:

Cooperação

Trabalhamos com os demais de maneria aberta, proativa e inclusiva.

Coragem

Enfrentamos desafios e assumimos riscos, mantendo o rumo para atingir nossas metas.

Visão

Acreditamos no fortalecimento do POLH e trabalhamos para isso em uma perspectiva de longo prazo.

Engajamento

Somos genuinamente engajados e dedicamos esforços no que acreditamos.

Respeito

Agimos com integridade e com respeito a todos os atores em nossa área de atuação.

Coordenação

Raiz Mirim - Ass. Sociocultural e Educativa

Educador, contador, com formação em políticas internacionais; professor de português, integrante da equipe de preparação para o Encceja em Bruxelas. Trabalha, desde 2011, com projetos destinados a crianças bilíngues na Bélgica. Cofundador e presidente da Associação Raiz Mirim, em Bruxelas.

Mala de Herança

Andréa é educadora e escritora, com formação em Relações Internacionais e Cooperação Internacional (Universidade de Brasília e de Bielefeld) e especialização em Bilinguismo e Psicolinguística (University of Utrecht). Desde 2007, dedica-se a projetos de POLH e bilinguismo, sendo colaboradora do Núcleo Internacional de Pesquisa em Multilinguismo da Universidade de Munique e criadora e coordenadora da Mala de Herança. Além disso, é presidente da Casa do Brasil e.V. em Munique.

Associação de Pais de Brasileirinhos na Catalunha

Juliana é pedagoga, especialista em Psicopedagogia, e mestre e doutora em Didática e Organização Educativa pela Universitat de Barcelona, além de ser professora de POLH na Associação de Pais de Brasileirinhos na Catalunha desde 2012.  Atualmente, Juliana pesquisa temas relacionados com a didática para a língua de herança, com foco especial em contextos de línguas românicas, e metodologia da pesquisa cientifica na educação superior.

Português sem Fronteiras

Mestre em Linguística Contrastiva pela Universidade de Oslo, Maria José é tradutora e intérprete juramentada. Professora de português desde 1993, está envolvida com atividades de POLH desde 2007 na Noruega e é a coordenadora da organização Português sem Fronteiras em Oslo.